chepolo

Momento mágico do Bike Polo. A torcida inesperada.

 

No Bike Polo, todos tem um momento mágico que fica marcado pra sempre na lembrança. Comigo não poderia ser diferente….

Imagem

 

Imagem

 

O momento que eu nunca esqueço é um no Sulamericano na Argentina (Che Polo) de 2012.

Estavamos prestes a iniciar o jogo que na minha opinião foi o decisivo na busca do campeonato. Pela segunda vez naquele torneio nós (Underdogs) nos deparamos com os Jinetes (Argentina).

Imagem

Esse jogo ficou marcado por vários motivos. Primeiramente porque alguns jogos antes haviamos sido derrotados por eles em um emocionante jogo que foi decidido na prorrogação, o que nos jogou para a chave dos que ja haviam perdido um jogo. Sendo assim não poderiamos perder mais se quizessemos ser campeões.

Um outro fato que marcou esse jogo foi a torcida brasileira que depois dos argentinos era a que estava em maior número. Nos apoiou incondicionalmente e passou muita energia.

Momentos antes do inicio do jogo começaram a gritar dando força e como de costume antes dos jogos, a uivar como cães,freneticamente sem parar.

Para a surpresa de todos, naquele momento os cães de verdade das redondezas começaram a uivar em unisono com a torcida fazendo um lindo coro que repercutiu em todos os lugares por alguns minutos.

Por alí ser um parque que muitos dos cidadãos locais usam para passear com seus cachorros,  e naquele momento estava repleto deles.

A uivação foi tamanha que gerou uma enorme comoção em  todos que estavam alí e na minha opinião infligiu certo medo nos corações dos nossos oponentes que ao final não resistiram e sucumbiram.

 

Anúncios

uma breve história do Chepolo

Aconteceu em Buenos Aires nos dias 6 e 7 de outubro o segundo campeonato e o Brasil mandou muito bem. Participando com 9 equipes e tendo duas delas na segunda e decisiva fase (cr). As demais foram Unity 11, Tandera (feminina), Riot (feminina) e Três Porquinhos de, de São Paulo. Também Caveras e Marretas do Rio de Janeiro.

O total de participanes foi de 35 equipes divididas em 5 paises, (Argentina, Brasil, Colômbia, Equador e Chile). A primeira fase, formada por oito grupos, teve as duas equipes melhor colocadas avançando para a segunda fase. Restando 16 equipes teve início a primeira rodada com um mata-mata que eliminava a equipe perdedora logo no primeiro jogo fazendo assim restar 8 equipes que entrariam em uma fase de dupla eliminação.

A dupla eliminação é formada por dois grupos. O grupo dos vencedores e o dos perdedores.

Funciona assim: Cada equipe tem o direito a uma derrota apenas. A equipe perdedora desce para o grupo dos perdedores não podendo sofrer outra derrota, caso contrário será eliminada, daí o termo ‘dupla eliminção’. No final, a equipe vencedora desse grupo enfrenta a equipe invicta do grupo dos vencedores para a disputa da final.

A grande final pode ter uma ou duas partidas dependendo de quem ganhar a primeira partida, se for a equipe do grupo dos ganhadores, acaba alí. Caso o ganhador seja a do grupo dos perdedores, haverá outro jogo pois cada equipe estaria com uma derrota.

E foi o que aconteceu nesse campeonato. Com os Selvagens sendo eliminados logo no mata-mata, restaram as esperanças para os Underdogs que ganharam o primeiro jogo mas logo em seguida foram derrotados na fase de dupla eliminação descendo para o grupo dos perdedores e tendo que percorrer o caminho das pedras para chegar até a final.

E foi exatamente isso que aconteceu. como a própria tradução do inglês ja diz, (underdog – aquele que corre por fora, desacreditado da maioria), o Underdogs venceu todos os jogos e foi para a final tendo que vencer  duas vezes o Mono Polientos do Chile para sagrar-se campeão.

Parabéns Underdogs pela vitória e a todos os participantes pela força e alegria de compartilhar bons momentos…